[Resenha] ´Salem

Autor: Stephen King
Páginas: 460
Gênero: Terror
Editora: Suma de Letras
Ben Mears viveu alguns anos na cidade quando criança e está disposto a acertar contas com o passado; Mark Petrie, um garoto fã de filmes de terror; e Sr. Barlow, uma figura misteriosa que decide abrir uma loja na cidade. Após a chegada desses forasteiros, fatos inexplicáveis vêm acontecendo em Jerusalem's Lot. A morte passa a envolver a pequena cidade e Ben e Mark são obrigados a escolher o único caminho que resta aos sobreviventes da praga - fugir. Mas isso não será tão simples, os destinos de Ben, Mark, Barlow e Jerusalem's Lot estão agora para sempre interligados. 
E é chegada a hora do inevitável acerto de contas.


 Ben Mears tem lembranças horríveis sobre o que passou na pequena cidade de Jerusalem's Lot quando criança. Agora, depois de muito tempo, resolve voltar ao lugar para enfrentar os próprios medos, alugar a casa que assusta a todos e escrever um livro. Mas durante a narrativa, você descobre que não vai ser tão fácil assim. 

''Naquela noite, ele descobriu que seus velhos medos não haviam morrido. Permaneciam vivos, guardados nos baús da infância.''

E em pouco tempo, coisas como, desaparecimentos e mortes estranhas começam a assustar os moradores da cidadezinha, antes considerada pacata, e poucos desconfiam do que realmente esta acontecendo. E mais estranho ainda, é isso começar a acontecer depois da casa Marsten ser comprada, já que ela tinha sua própria história de horror, com histórico de assassinatos e suicídios.Os detalhes da desgraça que aconteceu ali são guardados à sete chaves pelos moradores da cidade. Mas assim que ela é novamente habitada, 'Salem, vai começar a sentir novos indícios de que o mal pode estar de volta.

''Chegou ao alto e se virou em silêncio para o corredor. A porta do quarto de hóspedes estava aberta. Ele a deixara fechada.  
Andando com cautela para não fazer barulho, ele foi até a porta e parou diante dela. 
A base de todos os medos humanos, pensou ele. Uma porta entreaberta.''


As ruas, que eram tranquilas, vão ficando cada vez mais vazias. À noite, contudo, as ruas vão ganhando novos frequentadores. Sombras caminham por quintais em busca de companhia, vingança e sangue. Com os acontecimentos, um grupo de pessoas juntam-se para confrontar seus pesadelos. Susan Norton -uma mulher decidida-, o padre Callahan -com sua insegurança na fé-, o corajoso Jimmy Cody, o professor Matt e o inesquecível Mark Petrie -um garotinho perspicaz e fã de histórias de terror-. Todos irão usar suas forças para tentar salvar 'Salem da escuridão. 

''Se ele sabia o que era morte? Claro. Era quando os monstros te pegavam.''

Acho que todos nós sabemos que Stephen King gosta de descrever muito. Tudo, na verdade. Coisas que tornam a leitura um pouco cansativa e lenta, mas a construção da cidade e o mito em torno da Casa Marsten é fantástico
O spoiler dado na edição brasileira sobre o que era o vilão da história quebrou metade da graça, mas em compensação o elemento de suspense está muito presente. 
 Você deve prestar muita atenção na leitura, porque somos apresentados a vários moradores da cidade, eles vêm e vão e, de um capítulo pra outro, quem estava vivo aparece morto. Eu diria que antes de existir George R. R. Martin e seu fetiche por matar personagens, havia Stephen King. Então, cuidado.

''Olhe, pobre escriba. Pois escrevo em vidas humanas, e o sangue é minha tinta.''

 


--Maíra Souza

0 comentários:

Postar um comentário